Algumas considerações sobre assuntos que devem ser abordados em cursos de inclusão digital

Acho que a tendência é trabalharmos cada vez mais com a Internet. Por isso, acredito que deve-se incluir em cursos de inclusão digital noções em segurança da informação. Falar para a garotada para não deixar o seu orkut aberto para todo mundo; não abrir aquivos anexados em e-mails de pessoas desconhecidas; a importância do sigilo de senhas de sistemas; os cuidados para criar uma senha; não acessar sites bancários em cyber cafés; e etc.

Abaixo seguem alguns links para conseguir informações sobre segurança da informação que poderia ser utilizada em um curso de inclusão digital:
Cartilha de segurança para a Internet: http://cartilha.cert.br/
Vídeos interessantes sobre segurança: http://www.antispam.br/videos/ (só esses vídeos já fornecem uma idéia bem básica sobre o assunto).

O pessoal de Niterói tem uma página com um material (apostilas e planos de aula) muito bom para treinamento em BrOffice.org e Internet: http://www.telecentro.niteroi.rj.gov.br/

No site da professora Fátima Conti há bastante informação sobre BrOffice.org, Internet, Firefox e muitos outros aplicativos: http://www.ufpa.br/dicas/

Já ministrei alguns treinamentos de inclusão digital, utilizando Software Livre, e sempre tento passar para os alunos a idéia que todos os editores de texto, ou planilha, ou apresentação, ou navegadores, ou sistemas operacionais (sejam proprietários ou Livres) têm quase sempre a mesma forma de funcionamento. Portanto, muito do que eles aprendem no curso será utilizado em outros programas/sistemas/aplicativos/ferramentas que eles irão trabalhar em suas vidas profissionais, como por exemplo, salvar um arquivo; pesquisar e substituir;  aumentar/diminuir/ uma fonte. Acho que é interessante que os alunos entendam que usamos um editor de textos para escrever um documento e que todos os editores de texto têm um comportamento muito parecido, logo se eles aprenderem bem o BrOffice.org, eles não terão grandes dificuldades para aprenderem MsOffice, GoogleDocs ou KOffice, pois as funcionalidades são bem parecidas. O mesmo vale para os sistemas operacionais e navegadores WEB. Em um projeto que participei recentemente alguns alunos conseguiram ter essa visão. Ensinamos o BrOffice.org. Depois de um tempo descobri o Google Docs e apenas mostrei para alguns. Eles aprenderam a trabalhar com o GoogleDocs sozinhos. Hoje fazem os seus trabalhos de aula nele, aproveitando as facilidades de colaboração. Detalhe: a maioria desses alunos não tem computadores em casa, além de serem de baixa renda.
Não preciso nem dizer que fiquei muito orgulhoso deles :-D.

Anúncios

Tags:

Uma resposta to “Algumas considerações sobre assuntos que devem ser abordados em cursos de inclusão digital”

  1. Fa Says:

    Oi mocorongo Francival

    Fiquei muito feliz de ler sua indicação.
    E fiquei mais contente ainda ao conhecer seu blog,
    que vou usar nas minhas referências com certeza 🙂

    Beijins
    Fa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: